outsourcing-2000x1333_optimezed1

Outsourcing de TI: quando contratar?

Antes de começarmos a falar dos prós e contras, precisamos entender o que é exatamente o Outsoursing de TI ?
Outsourcing é a concessão para Terceiros Especializados de determinadas atividades da Empresa, com o objetivo de reduzir custos e aumentar a produtividade. … Hoje a terceirização ou outsourcing é usada em larga escala por grandes corporações brasileiras. Esta prática visa a redução de custo e o aumento da qualidade.

Entenda em que casos uma equipe externa de TI gera valor para a organização

Braços para reduzir o backlog, especialistas específicos em uma tecnologia que você precisa para desenvolver um projeto, rapidez na contratação, inovação ou modernização de operações. É em atividades como essas que o outsourcing em TI, ou seja, a terceirização de profissionais de tecnologia, é mais comum.

Mas nem por isso o profissional de TI que chega por essa via é mero tapa-buraco. Pelo contrário: a terceirização em TI gera valor para a organização e para os todos os envolvidos, contratantes e contratados. E muitas organizações, de todas as áreas, já perceberam isso.

Mas, para responder se vale a pena mesmo optar pelo outsourcing em TI, temos que entender quando ele é interessante para a organizações, como funciona esse serviço e o que esperar dele.

Quando optar pela terceirização de TI?

Já dissemos na introdução que o outsourcing em TI é uma prestação de serviço externa à empresa. É importante ressaltar que, por via de regra, essa modalidade se aplica a situações específicas, sejam elas temporárias ou não, embora não se limite a elas. Listamos as que consideramos principais.

1. Alta demanda e crescimento

O transbordo talvez seja o motivo mais comum pelo qual empresas partam para a terceirização em TI.

Normalmente, elas têm, em virtude da equipe reduzida ou de projetos novos, problemas na vazão do backlog, perdendo em produtividade e eficiência operacional.

Nessa alçada também estão demandas de dia a dia, para as quais manter uma equipe interna não é organizacionalmente interessante.

Justamente em virtude das peculiaridades dessas atividades, que envolvem projetos temporários, tecnologias específicas ou que fogem ao core business da empresa, grandes investimentos e outras questões, o outsourcing de TI torna-se uma alternativa vantajosa.

2. Falta de know-how específico e foco no negócio

Como os setores de TI das organizações têm grande atuação na gestão do dia a dia e em manutenção, é comum que adquiram um mindset menos voltado à inovação.

Aliada a isso, outra situação comum que leva ao outsourcing em TI é a falta de know-how em alguma tecnologia necessária para o desenvolvimento de um projeto, melhoria ou solução.

Como a empresa não tem necessidade de contratar um profissional CLT para a área, pois o trabalho é temporário, parte para a terceirização.

Nesse ponto, também entram os casos de organizações que, para focar no que sabem fazer de melhor, optam por buscar um fornecedor externo de TI para agregar ao negócio uma expertise que ela não tem.

3. Problemas no planejamento orçamentário e na gestão do setor de TI

Seja pela necessidade de fazer grandes investimentos ou por estar focada inteiramente em suas metas de crescimento, em alguns casos, as empresas podem encontrar dificuldades para gerenciar o orçamento para o setor de TI.

Para reduzir as incertezas no meio do percurso e dar previsibilidade maior para os investimentos, o outsourcing de TI se torna uma alternativa viável para controlar os gastos.

4. Dificuldade de contratar profissionais para o setor de TI

Embora a área de TI esteja em franca expansão, contratar e montar um time de TI pode ser um desafio.

Há várias razões para isso. A primeira delas é a escassez de profissionais em várias tecnologias, o que torna o mercado extremamente competitivo. Bons profissionais não ficam disponíveis por muito tempo.

Depois, pela própria característica dos projetos da área. Muitos deles têm escopo fechado e são temporários, o que torna a contratação de um profissional CLT pouco válida.

Por fim, por questões culturais da organização, que tornam o turnover mais alto nesse setor do que em outros da empresa.

Por tais razões, ter uma base interna enxuta e terceirizar parte das operações às vezes é o mais adequado para a organização, que fica livre da necessidade de fazer todo o processo de recrutamento para a TI e de arcar os custos inesperados que vêm com ele.

6 vantagens do outsourcing em TI: o que esperar do serviço

Independentemente dos motivos pelos quais uma organização busca o outsourcing de TI e da modalidade que ela seleciona para atendê-los, o serviço gera valor para a organização de várias formas.

Vamos enumerar os principais deles:

1. Diminuição do tempo de recrutamento de profissionais, sem sobrecarregar o seu RH

Um ponto que frisamos sempre é este, inclusive por experiência própria: o recrutamento em TI é sui generis. Não é raro o processo seletivo ser longo para as equipes de gestão de pessoas.

Agora, se projetarmos o processo de recrutamento de profissionais de TI para o setor de gestão de pessoas de uma organização cujo core business é, digamos, alimentos, então, temos uma demanda de contratação que foge à regra geral.

Segundo Fernando Silva, nosso Executivo de Operações e Negócios, “se pensarmos que um setor de recursos humanos de uma empresa como essa tem, de 100 contratações em um período, apenas 5 em TI, dá para entender que a especialidade dele não é contratar em TI”. Então, mesmo com suporte de bancos de candidatos, a seleção é mais longa, e o processo todo menos efetivo.

Assim, a primeira vantagem do outsourcing de TI é que a dificuldade de encontrar profissionais na área de TI, aliada à falta de expertise do setor de gestão de pessoas, podem ser ambas resolvidas dentro do fornecedor externo. Este, além de especialista na contratação de profissionais dessa área, por via de regra tem uma base de contatos para as inúmeras especificidades das vagas.

Tudo isso vai diminuir o tempo de contratação. E tem mais.

2. Qualidade e assertividade na contratação

Evidentemente, de nada vale diminuir o tempo de contratação sem aumentar a qualidade. Pelos mesmos motivos pelos quais o tempo de contratação de profissionais diminui no outsourcing de TI, a contratação também é mais assertiva.

Para isso, os setores de gestão de pessoas de fornecedores de serviços de TI, além da expertise, contam com testes e metodologias qualificadas para o processo de recrutamento, que vai envolver, além de entrevistas com recrutadores e gestores, testes técnicos e comportamentais, para selecionar candidatos que tenham fit com a empresa fornecedora e com a empresa contratante.

Assim, a qualidade da contratação é maior, diminuindo a taxa de turnover e de desligamentos. Isso nos leva à terceira vantagem.

3. Gestão de pessoas para sua equipe por conta do fornecedor

Falando em taxa de turnover e de desligamentos, essas métricas são gerenciadas inteiramente pelo fornecedor, não pela empresa contratante.

Assim como outras questões, tais como plano de carreira, plano de cargos e salários, plano de benefícios e demais programas internos, como treinamentos e ações de clima.

No outsourcing de TI em que os profissionais atuam alocados dentro da organização contratante, a empresa contratante conta com esse suporte continuamente. Ainda assim, é natural que os profissionais participem dos programas ofertados pela empresa que os recebem também.

4. Flexibilidade: tenha o profissional pelo tempo da sua demanda

Além disso, outra vantagem do outsourcing de TI é a flexibilidade. Como a organização contrata o fornecedor, não os profissionais, estes estarão à disposição da empresa pelo tempo que durar o contrato e o projeto.

Acabou o projeto? A empresa não tem que demitir ninguém.

Recebemos novamente o profissional em suas bases, e eles serão realocados em outros projetos ou fazer atividades internas, como treinamentos e programas de desenvolvimento.

5. Garantia de produtividade e de entrega

Fornecedores externos de serviços de TI costumam ter um compromisso diferente com a entrega, porque ela é a prioridade do time, que está 100% empenhado nela.

Mais que isso, nossos cases são nossos cartões de visitas. Ou seja, como esse é o nosso core business, nossa capacidade de entrega está intimamente relacionada com a nossa competitividade no mercado.

Isso implica, dentro da empresa, como fornecedora, um planejamento de ponta a ponta, que envolve, mais do que desenvolvimento, monitoramento e análise dos resultados.

No ambiente organizacional, é comum que novas demandas se sobreponham, afetando a produtividade e, portanto, as entregas dos times internos

Por isso, a qualidade e eficiência na entrega das equipes de outsourcing em TI é outro benefício que as organizações experimentam. Isso nos leva ao sexto benefício.

6. Redução de riscos e de custos

Manter uma equipe de TI dentro de uma organização, em virtude da dificuldade de contratação, da alta taxa de turnover, dos custos em infraestrutura e das características dos próprios projetos, torna-se um investimento ou oneroso ou que inviabiliza a inovação.

Explicamos: oneroso porque envolve aquisição de equipamentos, criação de infraestrutura e encargos trabalhistas etc. E um entrave para a inovação porque, para reduzir os custos, os times precisam reunir profissionais de perfil mais generalista e, portanto, que encontram dificuldades de gerir sozinhos iniciativas inovadoras.

Nesse ponto, o outsourcing de TI pode, sem que a organização precise correr tantos ricos e arcar com altos custos, trazer aquela força que o time interno precisa para dar um salto em inovação.

Outsourcing de TI é adequado para que tipo de empresa?

Agora, a par das principais vantagens, você deve estar se perguntando ainda: o outsourcing em TI é para minha empresa?

Há um mito de que o outsourcing só é válido para grandes empresas. Nem sempre.

Pequenas e médias empresas, até mais comumente que grandes empresas, justamente em virtude de não terem um setor de TI estruturado internamente, buscam a solução quando precisam de algum serviço na área.

Cabe colocar no papel todos os custos envolvidos – desde o recrutamento, considerando turnover médio do mercado e possíveis questões trabalhistas, mas também infraestrutura e investimento – e fazer as contas.

Fale conosco sem compromisso para fazer um comparativo.

Outsourcing de TI na sua empresa: enquanto cuidamos da TI, você faz o que sabe fazer de melhor

Como você viu, se utilizado para a necessidade certa, o outsourcing em TI pode trazer valor de várias formas para a organização. Mas para que isso aconteça de fato, é necessário escolher o fornecedor certo de TI.

Todos esses benefícios possibilitam que a partir da terceirização, as empresas partam para outro patamar, podendo se tornar mais eficientes e preparadas para os desafios do futuro, ampliando sua competitividade.

 quando ele é interessante para a organizações, como funciona esse serviço e o que esperar dele.

Compartilhe este Artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email